Após o banimento de PUBG Mobile e outros 117 apps pelo Ministério de Informação e Tecnologia da Índia em setembro, a Tencent anunciou que o game não poderá mais ser jogado no país por quem já havia baixado o jogo antes da determinação do governo.

Uma crescente tensão entre a China e a Índia após um confronto em suas fronteiras, haveria motivado o boicote aos produtos chineses na região. A alegação é de que o app viola questões de segurança.

PUBG Mobile

Em resposta a decisão, a Tencent afirmou que proteger os dados dos usuários sempre foram prioridade para a empresa, que nunca deixou de cumprir as leis e regulamentações de proteção de dados aplicáveis no país. “Para cumprir a ordem provisória do Ministério de Eletrônica e Tecnologia da Informação datada de 2 de setembro de 2020, a Tencent Games encerrará todos os serviços e acessos para usuários na Índia ao PUBG MOBILE Nordic Map: Livik e PUBG MOBILE Lite (juntos, “PUBG Mobile” ) em 30 de outubro de 2020. Os direitos de publicação do PUBG MOBILE na Índia serão devolvidos ao proprietário da propriedade intelectual do PUBG. Todas as informações de jogo dos usuários são processadas de maneira transparente, conforme divulgado em nossa política de privacidade. Lamentamos profundamente este resultado e agradecemos sinceramente por seu apoio e amor ao jogo na Índia.”

Após o anúncio, os jogadores indianos expressaram sua indignação através das redes sociais. A PUBG Corp., empresa coreana que ficou com os direitos do jogo após o anúncio do banimento, comentou que manterá os direitos de PUBG Mobile na Índia e que fará o que puder para que o game volte a ser permitido no país.

Para acompanhar todas as novidades sobre a nova geração de consoles, fique ligado nos nossos perfis no Facebook e Instagram. Confira nossa lista completa de produtos acessando o site atacadogames.com.

Share:
author image

Fernanda Tavassi

Paulistana residente em Foz do Iguaçu, apaixonada por games e animes!

See all author posts

Comentários