O medo de ficar sem o Tik Tok nos Estados Unidos chegou ao fim (ao quase). A Oracle, empresa conhecida no país norte americano por seus diversos serviços de tecnologia, anunciou ao público que será “a provedora oficial da tecnologia chinesa nos Estados Unidos”.

Anúncio oficial do secretário do Tesouro, Steve Mnuchin:

Em nota, a companhia americana confirmou a declaração do secretário do Tesouro americano, Steve Mnunchin, de que a empresa é parte de uma oferta feita pela ByteDance e lembrou a todos das suas quatro décadas de soluções tecnológicas simples e seguras. A briga em si, estava entre a Microsoft e a Oracle que disputavam entre si uma possível compra do app chinês.

Trump teria ouvido os conselhos de outro grande nome dos Estados Unidos, Mark Zuckerberg, que se o app ficasse fora das mãos do país, a “espionagem” chinesa poderia ser incontrolável, podendo prejudicar os negócios americanos.

No vídeo acima, Mnuchin diz que o governo tem muita confiança na Microsoft e na Oracle, mas que a ByteDance escolheu a Oracle. Um dos motivos pelo qual a empresa chinesa escolheu a Oracle foi “principalmente por estar fora de considerações políticas”, segundo Shirley Yu, fundadora de uma companhia que trabalha estratégias comerciais na China.

author image

Américo Pinheiro

Aficionado por cinema, usuário de smartphones desde o Galaxy 5, filósofo quando dá e morador da Terra-Média!

See all author posts

Comentários