Com gráficos realistas e enredo envolvente, o game bate recorde de vendas dessa geração

A expectativa era alta sobre o reboot de um dos capítulos mais aclamados da franquia Call of Duty e, após o sucesso estrondoso de vendas no lançamento e centenas de reviews pela internet exaltando o novo jogo de ação da Activision, não temos como negar: COD Modern Warfare surpreendeu até os mais críticos e os números falam por si só. Foram 600 milhões de dólares em todo o mundo nos três primeiros dias de lançamento, tornando-o assim, o jogo mais vendido nos três primeiros dias que qualquer outro jogo da franquia nos também três primeiros dias de lançamento dessa geração de consoles, além de coloca-lo no topo como lançamento premium mais vendido de 2019. A Actvision comparou o lançamento do jogo com o sucesso de bilheterias do filme Coringa, frisando que o game vendeu mais que o dobro da bilheteria do filme em seu lançamento. 

Modern Warfare também estabeleceu novos recordes na PSN, como jogo digital mais encomendado e uma das maiores vendas digitais de todos os tempos no PS4, além de ser o lançamento mais vendido par PC de todos os tempos, aumentando significativamente as vendas da Battle.net em relação ao ano passado. E os recordes não ficam apenas em número de vendas não. Nos três primeiros dias, o lançamento tem mais jogadores e horas totais de jogo do que obteve qualquer outro Call Of Duty em seus lançamentos nos últimos 6 anos. 

>>  GTA 6 pode estar em desenvolvimento pela Rockstar
Ver mais em atacadogames.com

Mas o mais importante do que recordes de players e horas jogadas, é o fato de que quem comprou o jogo está se divertindo. O reboot ganhou um enredo inédito, mas com as presenças de personagens icônicos que os mais veteranos na franquia conhecem bem, como o capitão John Price. Começando por uma missão simples, o game vai introduzir explicações sobre comandos e movimentos, que vai se desenrolando enquanto o jogador progride na missão, sem ter que usar um tutorial exclusivo para isso antes do jogo de fato começar.  O título traz momentos em que é preciso ter sangue frio para aguentar as cenas de violência. Tortura contra presidiários, assassinatos em massa, atentados com bombas químicas, o game traz cenas fortes e chocantes.

Apesar da história ser completamente nova, a Actvision manteve praticamente a mesma jogabilidade do game original. Muita coisa foi ajustada, claro, já que a tecnologia evoluiu muito de lá pra cá, como a precisão da mira foi melhorada entre outros ajustes. O realismo dos gráficos também é algo para ser enaltecido aqui. Cenários repletos de detalhes minuciosos, personagens que parecem atores reais, a desenvolvedora conseguiu entregar um dos jogos mais bonitos graficamente da geração atual. Quem for jogar no PC e tiver uma placa RTX, poderá desfrutar dessa experiência de forma ainda mais incrível, através do Ray Tracing, que irá proporcionar gráficos ainda mais bonitos, com efeitos de luz e reflexos ainda mais realistas. 

>>  Nintendo Switch Lite, vale a pena?

Na versão multiplayer, que é o carro chefe da franquia, a novidade que já havia sido confirmada: sim, agora podemos jogar com players de outras plataformas. Outra novidade é que, ao contrário dos seus antecessores, você não precisará de um passe de batalha para jogar o modo. A Actvision preferiu disponibilizar o conteúdo de forma gratuita, aprimorando e entregando uma experiência completa aos fãs.

Call Of Duty está disponível para Ps4, Xbox one e Pc. Ver mais em atacadogames.com

Share:
author image

Fernanda Tavassi

See all author posts

Instagram

Comentários