Após uma nova investigação referente ao ataque hacker que resultou em 140 mil contas Nintendo Network acessadas ilegalmente em abril, a empresa divulgou uma atualização em que confirma que o número de contas acessadas foram bem maiores.

De acordo com a Nintendo, a investigação foi feita após várias novas denúncias, o que resultou na descoberta de mais 160 mil novos acessos não autorizados, elevando o número de ataques a 300 mil.

Segundo a companhia, apenas 1% dessas contas tiveram compras realizadas. Por segurança, ao detectar a compra ilegal, a Nintendo removeu a senha das contas afetadas, para que o verdadeiro usuário escolhesse uma nova.

A empresa recomenda que todos os usuários troquem a senha e ativem a verificação de duas etapas, para dificultar o acesso não autorizado das contas.

“Estamos cientes dos relatos de acessos não autorizados a algumas Contas Nintendo e estamos a investigar a situação,” disse um representante da Nintendo ao site Eurogamer no início das investigações.

A Nintendo também disponibiliza em seu site, um passo a passo de como reconfigurar a senha e como ativar a verificação em duas etapas

Share:
author image

Fernanda Tavassi

Paulistana residente em Foz do Iguaçu, apaixonada por games e animes!

See all author posts

Comentários